Câncer de Mama: Sintomas, Fatores de risco e Diagnóstico

Câncer de mama

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres e o segundo mais recorrente no mundo, e quando diagnosticado precocemente, apresenta grandes chances de cura.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer José de Alencar Gomes da Silva (INCA), as altas taxas de mortalidade associadas à doença, se devem ao seu diagnóstico tardio, o que em muitos casos desabilita intervenções médicas que poderiam apresentar resultados positivos e decisivos para recuperação do paciente.

O que são as mamas?

o-que-sao-as-mamasAs mamas são glândulas que, dentre outras funções, são responsáveis pela produção de leite, o qual se forma nos lóbulos e é conduzido até os mamilos por meio dos ductos mamários.

Quando as células mamárias, por algum motivo, passam a dividir-se descontroladamente, pode levar a formação de um tumor, que em grande parte das vezes se desenvolve nos ductos ou, mais raramente, nos lóbulos mamários.

Câncer de mama: fatores de risco

Determinados fatores podem contribuir para o desenvolvimento do câncer, embora existam casos nos quais as pacientes não apresentaram nenhum dos fatores que as incluiria em um grupo propenso.

São fatores de risco:

  • Possuir histórico familiar da doença.
  • Possuir os genes BRCA1 e BRCA2.
  • Idade avançada (as chances de apresentar a doença aumentam conforme o avançar da idade).
  • Exposição prolongada a hormônios femininos (como ocorre em terapias de reposição hormonal, por exemplo).
  • Excesso de peso.

O segundo fator de risco citado, ou seja, possuir os genes BRCA1 e BRCA2, foi o que levou a atriz Angelina Jolie a realizar uma cirurgia de mastectomia, procedimento cirúrgico de retirada total das mamas, já que em seu caso havia consideráveis probabilidades de manifestação do câncer.

Outros fatores também podem estar associados ao desenvolvimento do câncer, como:

  • Primeira gravidez tardia (após os 35 anos).
  • Nunca ter tido filhos ou nunca ter amamentado.
  • Mulheres que menstruaram muito cedo ou que entraram muito tarde na menopausa.

Sintomas de câncer de mama

cancer-de-mama-sintomasOs sintomas mais comuns associados ao câncer incluem a presença de um nódulo na mama, deformidade da mama além de alterações na pele que as reveste, tais como contrações. Outros sintomas como vermelhidão, inchaço, líquido nos mamilos e gânglios axilares aumentados também devem ser considerados como possíveis sinais.

Diagnóstico de câncer de mama: mamografia, quando começar a fazer?

A partir dos 20 anos, recomenda-se a realização da mamografia em intervalos de 2 ou 3 anos, além do autoexame mensal. Para pacientes acima dos 40 anos, a mamografia deve ser realizada anualmente.

Apesar da grande maioria dos nódulos mamários ser de origem benigna, é importante a realização de exames como os de raios-X e até biopsia para de fato assegurar um diagnóstico preciso.

Câncer de mama em homens

Apesar da grande incidência de câncer de mama ser no público feminino, homens acima dos 50 anos também podem desenvolvê-lo, devendo, por isso, ficarem atentos aos sintomas, dolorosos ou não, na região dos mamilos e axilas.

Créditos: Sare Drogarias

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Conteúdo protegido!