Queda de Cabelo: Como Evitar? – Tratamento

Como evitar a queda de cabelo?

Todo animal perde cabelo durante uma determinada fase de sua vida, o ser humano também. Temos um ciclo que se chama ciclo “em mosaico” do couro cabeludo, que é composto por fases, em que inicialmente nascem novos cabelos, logo após eles têm uma fase de descanso, e por fim há uma perda desses cabelos.

É completamente normal que tenhamos uma queda de cabelo diária em torno de 120 fios. Alguns tipos de agressão ao corpo humano, como febre, emagrecimento, gravidez, quimioterapia e algumas doenças, agridem os folículos pilosos, e fazem com que a pessoa tenha uma perda capilar acima desses 120 fios por dia. Isso é chamado eflúvio telógeno, e teoricamente esses cabelos irão voltar naturalmente de três a seis meses depois, sem necessidade de tratamento.

No homem, a partir da produção de maiores níveis de testosterona na puberdade, e iniciada a pilificação, já pode se começar a ter calvície, porém, raramente se vê calvície em garotos jovens, apesar de existir, geralmente ela começa a ser notada com maior frequência a partir dos 25 ou 30 anos.

queda-de-cabelo

 Causas da queda de cabelo

A grande maioria das calvícies são em decorrência da alopecia androgenética, que é de causa hormonal e tem caráter hereditário, porém, não é porque o pai é calvo que o filho obrigatoriamente também o será, tudo depende do grau de penetração do gene responsável. O maior vilão da alopecia androgenética, tanto no homem quanto na mulher, é o hormônio dihidrotestosterona, metabolizado a partir da testosterona, que apesar de ser conhecida como hormônio masculino, também é produzido pela mulher, a partir do momento em que ela começa a menstruar.

Além da alopecia androgenética, existe também a alopecia cicatricial, que é gerada a partir de qualquer tipo de agressão que ocorra no couro cabeludo, seja nas sobrancelhas, nos cílios ou nos cabelos, e que danifica o folículo piloso da região em questão. Para esses casos o tratamento é puramente cirúrgico, com os retalhos e também com o transplante de cabelos em áreas menores.

Dormir de cabelo molhado causa calvície?

Dormir de cabelo molhado não gera diretamente a calvície, porém, aumenta a incidência de fungos no couro cabeludo, contribuindo para a dermatite seborreica – inflamação no couro cabeludo -, que por sua vez aumenta a queda de cabelo, e então se prejudica o processo de base que é a calvície.

Como saber se estou ficando careca?

Qualquer dermatologista tem plenas condições de realizar o diagnóstico de calvície, não necessitando ser um dermatologista especializado em queda de cabelo.

O processo de diagnóstico da calvície, geralmente inicia-se a partir da investigação de suas possíveis causas. Se eventualmente não forem encontradas essas causas, deve-se realizar uma foto microscópica do cabelo, utilizando para isso um dermatoscópio, que é o mesmo aparelho utilizado para examinar pintas, e também serve para analisar a raiz do cabelo. Se detectado um afinamento do fio, aliado a sintomas clínicos e resultados comprobatórios de exames, já tem se o diagnóstico, e pode se iniciar o tratamento.

Tratamentos para queda de cabelo

Follixin

Em uma pesquisa realizada por uma universidade norte americana foram reunidos cerca de 800 participantes, sendo homens diagnosticados com os mais variados graus de alopecia androgenética, para realizar testes acerca da eficácia do produto Follixin, que promete agir na reversão e prevenção da queda capilar.

Após 8 semanas de testes, 19% dos participantes reportaram crescimento do cabelo de maneira satisfatória, e com o tratamento continuado, cerca de 6 meses depois, 69% afirmaram que notaram um retardo no processo de calvície.

Para saber mais resultados, visite o link: http://quedadecabelo.club/follixin/

De acordo com dermatologistas e nutricionistas participantes da equipe médica que realizou a pesquisa, o grande segredo de Follixin é a sua alta taxa absorção pelo organismo, visto que sua matriz de aminoácidos passa por um processo de hidrólise, realizada por meio de enzimas específicas, e que garantem a quebra dessa cadeia de aminoácidos em tamanhos mínimos, e é justamente o tamanho que garante a máxima absorção pelo organismo (em alguns casos alcançando até 90%), chegando com facilidade à corrente sanguínea.

O quão bom serão os resultados depende exclusivamente do grau de alopecia androgenética verificada pelo homem, e também de como o seu organismo irá reagir ao Follixin. Da mesma forma que nem todas as pessoas têm intolerância à lactose, nem todo mundo irá se beneficiar do tratamento, porém, como no caso em questão, aproximadamente 3 em cada 4 homens verificar resultados satisfatórios.

comprar-follixinPorém, não se engane, para a queda de cabelos não há milagres! Infelizmente, a única forma de voltar a ter a cabeleira de outrora é através de transplante capilar. Mas para quem procura uma melhora substancial, o produto é uma boa pedida, e o ideal é fazer pelo menos 2 meses de tratamento ininterrupto com o produto antes de averiguar os resultados, e não misturá-lo com os outros produtos de combate à queda capilar.

Follixin é um produto da Healwheel, multinacional atuante nos segmentos de saúde e bem estar, é comercializado em potes contendo 60 cápsulas, e é recomendado que seja tomado 2 vezes ao dia: antes do almoço e antes do jantar, sempre acompanhado de água para melhorar a absorção.

A Healwheel está com uma promoção de envio de 1 pote adicional para o lançamento do Follixin no Brasil, para aproveitar a promoção, clique aqui. O pote adicional está sendo conferido justamente para se tratar o couro cabeludo por pelo menos 2 meses e dessa forma serem atingidos melhores resultados.

Finasterida

finasteridaA Finesterida é um dos poucos medicamentes eficazes contra a queda capilar, é tomada via oral, 1 comprimido por dia, e serve apenas para homens, não devendo ser tomado por mulheres em hipótese alguma. Seu funcionamento age bloqueando 70% da produção do hormônio que causa a queda do cabelo, e a partir de seu uso acontecem duas ações principais, primeiro, o processo de queda capilar não irá ser interrompido em definitivo, e em segundo, o cabelo perdido não voltará.

Na mulher, o tratamento geralmente é feito a base de antiandrógenos, para moderar a ação do hormônio masculino e se lentificar a calvície o máximo possível, para que a longo prazo, quando a mulher tiver 40 ou 50 anos, ela não tenha calvície.

Finasterida: efeitos colaterais

Além da Finasterida requerer prescrição médica, antes de seu uso é necessário realizar um controle da função hepática para que o fígado não seja sobrecarregado, e não surjam efeitos colaterais, como: ginecomastia, inibição da libido, dor nas mamas e depressão.

Minoxidil

O Minoxidil é outro medicamento utilizado para combater a queda de cabelo, e pode ser usado tanto por homens quanto por mulheres.

Rogaine funciona?

Sim, apesar de não ser a última maravilha do mundo. O Rogaine é um produto bastante antigo, o Minoxidil, que é seu princípio ativo, está há mais de 20 anos no mercado brasileiro.

O grande problema do tratamento com Rogaine é que a maioria das pessoas o usam continuamente por 2 ou 3 meses e acabam interrompendo seu uso, principalmente por não serem notados inicialmente grandes efeitos benéficos. O abandono do tratamento é muito alto quando comparado ao tratamento oral.

Laser para queda de cabelo

O laser de baixa intensidade funciona para estimular o crescimento dos cabelos, porém, ainda não existe um trabalho científico mostrando o quão eficaz é a sua ação. No futuro, com certeza o laser será um dos caminhos para se estimular o crescimento capilar e diminuir a inflamação, mas ainda irá demorar alguns anos até se tenha um laser realmente efetivo, os atuais funcionam em apenas alguns pacientes.

Shampoo para queda de cabelo funciona?

Shampoos para queda de cabelo são basicamente os que tenham ação anti caspa e de eliminação da inflamação do couro cabeludo. Nenhum shampoo trata a queda de cabelo de fato, isso é lenda.

Transplante capilar

O microtransplante de cabelo pode ser realizado tanto em homens quanto em mulheres, é feito fio a fio, e demora cerca de 6 a 10 horas em média.

Imagine que você esteja com calvície na parte da frente do couro cabeludo, então faz se o transplante do cabelo da parte de trás para a parte da frente. Esse cabelo passa antes por uma equipe, que através dos microscópios irá separar cada um dos folículos, e depois que os fios estiverem todos lapidados eles serão classificados, entre cabelos de 1, 2, 3 e 4 fios por folículo piloso. A implantação ocorre por zonas, por exemplo, a zona da frente abriga cabelos de 1 fio por folículo piloso, além do que o fio deve ser colocado com ângulo e direção.

Para se colocar cada fio são feitos furos de 0,7 mm no couro cabeludo, em seguida coloca-se a raiz do cabelo com uma pinça e ajusta-se a sua profundidade. Por fim, não é dado ponto nos furos, a fibrina, que é a própria cola do tecido humano, se encarrega de fixar o cabelo no local e fechar o furo. A cirurgia é feita com anestesia local, e a pessoa fica acordada.

Para se realizar o transplante, recomenda-se o trabalho ou de um dermatologista ou de um cirurgião plástico, e que de preferência tenham uma vivência no transplante capilar, de modo que os melhores profissionais são especializados.

transplante-capilarCréditos: Remédio para crescer cabelo

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Conteúdo protegido!